É isso mesmo! Eu nunca limpei o bumbum da minha filha e nem troquei suas fraldas! Também não ajudo minha esposa a lavar as louças, a limpar a casa ou em qualquer outra tarefa doméstica. 

Mas, eu sou um pai e um marido “diferente”, que faz tudo da minha – melhor – maneira!

FB 17 scaled - CONFESSO: EU NÃO SOU UM PAI DO TIPO QUE TROCA FRALDAS E NEM UM MARIDO QUE AJUDA A ESPOSA NAS TAREFAS DIÁRIAS

Um pai que se esforça para ensinar e educar pelo exemplo, com base nas experiências vividas como filho e neto, conforme os ensinamentos e valores aprendidos, ponderando os erros e acertos daqueles que me “construíram” (pois não existe família perfeita), repassando para ela todos os aprendizados. 

Um marido que, apesar de não se enquadrar nos padrões convencionais, vive uma rotina normal de vida a dois, que ama, deseja e respeita sua mulher; que debate, contesta e argumenta com ela quando acha que tem razão, mas também fica calado quando percebe que perdeu o embate. 

Sou um pai que brinca e se diverte com a filha, que participa de todos os momentos e interage de um jeito próprio, adaptando o que for preciso para poder viver a paternidade em sua plenitude.

Sou um marido que compartilha com a esposa as dores e segredos mais profundos, sem medo de ser julgado; e também a ouve, sem pré-conceitos.  

Em ambos os papéis – como pai e marido – assumo as responsabilidades e os deveres inerentes às minhas escolhas e de acordo com as condições que o universo me proporcionou, sempre amando e cuidando delas, acima de tudo! 

Contudo, sou um ser humano comum, com defeitos e qualidades, que acerta, erra, acerta de novo e erra de novo, porém nunca deixa de tentar.

IMG 114 scaled - CONFESSO: EU NÃO SOU UM PAI DO TIPO QUE TROCA FRALDAS E NEM UM MARIDO QUE AJUDA A ESPOSA NAS TAREFAS DIÁRIAS

 




A vida é da cor que a gente a pinta.